22/06/13

ILHA



ilha
a ilha ao fundo__funda saudade
que emerge do horizonte.
azulíneos__os gestos do pincel
sedimentam as águas
de míticas inquietações.

ninguém sabe que peixes
habitam no mar.
se há nevoeiro dom sebastião não vem.
o céu__único infinito que passa
pela janela da casa de janville.

no peitoril__os calos dos cotovelos do silêncio.


Álamo Oliveira,   antónio [*] porta-te como uma flor, edições Salamandra, 1998.
 - o quadro acima acompanha o poema, nesta edição
 
* António Dacosta

18/06/13

Make You Mine

by October Flight

 
Uma Banda da Ilha Terceira consagrada a nível internacional, para ouvir calmamente, enquanto estamos de férias...