17/01/13

Improviso popular confronta gerações

Emanuel Areias, aluno do 11º F, deste estabelecimento de ensino, é o autor do  artigo de opinião publicado no Diário Insular a 15 de janeiro de 2013, sobre o tema " Improviso popular confronta gerações".
O seu interesse pela pela leitura e pelo conhecimento em geral é verdadeiramente notório na nossa biblioteca, uma vez que passa muito do seu tempo livre a investigar assuntos da mais diversa natureza.
Este jovem, de dezasseis anos, "Amigo da Biblioteca", demarca-se pela sua humildade, simpatia, e amabilidade, passando despercebido, mesmo quando na pauta escolar as suas notas atingem a distinção.
Frequenta a área de Línguas e Humanidades e quer ser professor universitário.  Gosta de ver cinema e documentários, ler biografias e de estar atualizado com a leitura dos periódicos existentes na biblioteca e não só,  preferindo artigos de opinião relacionados com  assuntos históricos e ciências políticas.   Os seus autores preferidos são  José Rodrigues dos Santos, Júlio Magalhães e Dan Brown. A opinião que tem da escola é que os professores são competentes e cumprem as suas funções, mas lamenta que a maioria dos alunos não revele interesse pelos estudos e pelo saber.

Parabéns Emanuel, pela tua escrita e pelo gosto de opinar sobre assuntos da atualidade.
Ficamos a aguardar o próximo artigo!

 "Atualmente, a juventude tornou-se a perdição de um povo que se apresenta cada vez mais oculto da realidade e vive  na profundeza da ignorância. Muitos cantadores do  passado, como o esplêndido Charrua ou a rainha do improviso,a Turlu,  que são símbolos míticos do improviso popular, nunca tiveram as oportunidades de alcançar algo mais nesta arte tão afamada  nos Açores em geral e um pouco por todo o Continente americano, porque viveram em tempos em que a sociedade não dava o devido valor a esse dom tão prodigioso, havendo mesmo alguma censura."
                                                                    (excerto)   Emanuel Areias, in Diário Insular, 15 janeiro 2013

Amizade

  
                                                - Que quer dizer "CATIVAR"? - perguntou o Príncipe.
                               - Significa "Criar Laços"- respondeu a raposa.
 
 
 
                                                                             "O essencial é invisível aos olhos!" 
 

15/01/13

Dia de Amigos e Amigas

Reguem as vossas Plantas!

Nesta quadra que antecede o Carnaval 2013, vamos comemorar  o dia de amigos e  de amigas, compadres e comadres.
Apresento como sugestão  um  poemas que nos faz refletir sobre o verdadeiro sentido da Amizade e do precioso bem que é  ser e ter um verdadeiro Amigo.

   
Mal nos conhecemos
Inaugurámos a palavra «amigo».
«Amigo» é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!
«Amigo» (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
«Amigo» é o contrário de inimigo!
«Amigo» é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado,
É a verdade partilhada, praticada.
«Amigo» é a solidão derrotada!
«Amigo» é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
«Amigo» vai ser, é já uma grande festa!

Alexandre O’Neill, in No Reino da Dinamarca